Monday, October 14, 2013

Blasé


 



 

A infância e adolescência blasé

 

Andei analisando o comportamento de algumas crianças e ouvindo alguns comentários de adultos sobre seus filhos. Fiquei buscando um adjetivo para esses frutos do hiperconsumismo. De repente, encontrei uma palavra que achei muito adequada: blasé!

Segundo o dicionário Aurélio, a palavra blasé de origem francesa significa

adj. e s.m. (pal. fr.) Profundamente entediado de tudo, na realidade ou por afetação.

Em tempos de Gigabytes, Wifi, X-BOX, Facebook, iphones com centenas de jogos ultra rápidos e potentes, abrimos espaços para crianças que nada no mundo  real faz mais sentido.  A interação é mínima.  A expressão e o olhar é de tédio.  Quando o jovem é brutalmente interrompido do seu mundo virtual, o ar é de absoluto desgosto.

Sempre gostei de atender jovens e sempre aprendi muito na clinica e nas escolas. Os adolescentes com todos os jargões, me ensinaram como o mundo contemporâneo se apresenta.  

Quando o tempo de isolamento é insuportável e a agressividade se manifesta, ai vem a preocupação.  Mas, o admirável na criança e no adolescente mesmo é a curiosidade, a criatividade, e a vontade de se divertir e viver intensamente.  Esses sim, são os adjetivos antônimos da palavra  blasé.