Saturday, March 10, 2012

A vida através de um quadro de 8X4 cm.

Como mudamos a nossa percepção do mundo, não é mesmo? A nossa ''realidade'' hoje se resume a uma pequenina moldura de mais ou menos de 8x4cm.  Acordamos olhando para tela para ver as horas e as mensagens.


Bom dia só existe no balançar do cabeça, um minuto só, estou lendo algo importante.  Plugamos os fones e vamos ouvir musica, o barulho externo incomoda.  


Um passeio precisa ser fotografado e imediatamente postado no Facebook.  Não podemos perder esse momento impar  para mostrar como somos felizes e o que os outros perderam.  O show precisa ser filmado, o individuo paga caro e vai assistir de camarote tudo através de uma telinha de 8x4 cm!  O pior é que ele "esquece" de vivenciar aquele momento.  Pergunto, para que?  Claro, para postar! E eu ainda tenho minhas duvidas que algum dia  aquilo sera assistido mais uma vez em uma outra tela.....


Outro dia fui a um restaurante muito bonito em São Paulo. O local tinha um ambiente bem romântico com toque de velas, uma bela rosa vermelha no centro da mesa, e musicas italianas lindas sendo tocadas no violino e piano. Eu não acreditei quando olhei para o lado, um casal jovem de namorados que ao invés de estarem se olhando ou conversando, simplesmente ele estava concentradíssimo no  joguinho do seu  smartphone.  Com alegria ele passou a noite toda mostrando os pontos que fazia para sua amada.  A coitada com uma cara de tristeza quase não comia.  Não sei se na saída, não aproveitaram para tirar umas fotos para postar no facebook...







2 comments:

pauloamaral said...

infelizmente algumas pessoas não sabem ter limites com o uso de redes sociais,precisamos ter equilíbrio em tudo,principalmente com algo que pode nos distanciar de uma vida social.

André Faraó said...

O mundo virtual cria uma socialização paralela, como o Facebook. Claro, esta palavra com a letra maiúscula tem uma vida cibernética própria. Triste sorrir nesta plataforma e portar-se se maneira indiferente na vida real? As personalidades se multiplicam, o convívio de amigos duplica. Não verdade, temos mais amigos que imaginamos. Um pergunta que simultaneamente se responde.